24 de janeiro de 2015

PAZ NÃO É PAZ-MACEIRA!

Com tanta violência por aí o assunto virou tema do momento. 
Todo mundo com medo, inseguro e caminhando olhando para os lados, para trás, assustados e carentes de proteção.
O que a maioria está esquecendo é olhar para dentro.
O que será que surge diante de você se você soprar o teu estado de espírito?
Eu tiro por mim, tem momentos que estou tão em paz que se eu soprar é capaz de sair uma revoada de passaredo. 
Já tem outros que estou tão agitada, nervosa, irritada, brava mesma, que nem me atreveria a soprar. Não tenho seguro contra incêndio.
A violência é arrotada nem sempre com atitudes físicas, mas pode surgir através de palavras certas vestidas de sentimento errado. 
O olhar ferido que odeia denuncia, e o "não olhar" valida a violência camuflada de indiferença.
O egoísmo vestido de "autoestima", a insegurança que anda no "salto alto", 
a carência humilhante que humilha a quem nega atenção, 
e o desejo de saber 
se a paz que tanto quero posso ter cotidianamente como tenho ou "não tenho" o pão!
 A paz é larva de vulcão. 
É fumaça tragada e expelida em meio a escuridão.
Ela é gerada no âmago, na gênesis mais profunda da alma,,, aparentemente em silêncio adormecido.
Vem do cultivo da força interior diante dos desertos e negação que a vida proporciona.
É fruto da reflexão que urge em meio ao cansaço da luta.
A paz é a certeza que tudo feito está e por isso a mim só cabe trabalhar e acreditar.
Ninguém pode roubar a paz que movimenta-se dentro do outro.
Ela se movimenta no recôndito escondido, inacessível a quem está fora.
Um dia, em um dado momento ela acorda, 
e assim com larva ela se expõe mudando o cenário ao redor. 
A PAZ TÃO RARA É, 
E TÃO SIMPLES SURGE 
QUE CAUSA PERPLEXIDADE EM TODOS QUE A EXPERIMENTAM.
Ela é indefinível, dizemos, eu SENTI uma coisa boa, 
uma PAZ, 
um desejo de quero mais!
 Não estoure seus miolos de tanto pensar, 
nem atrase seu relógio pra tentar o passado mudar.
Massageie suas têmporas, afague sua nuca, abrace a si mesmo, 
troque a fumaça da cabeça por confetes,
se alegre por nada, seja feliz por ser, 
desligue os anúncios dos "7 passos", porque a paz não se faz passo a passo, 
ela É, ela ESTAR, 
é só o caso de você pra dentro resolver olhar.
Rasgue modelos e modelitos, 
pois a sua roupa é o modelo mais bonito.
Não importa a tecnologia do momento, 
pois nenhuma tecnologia vai ter a riqueza de comando 
e a beleza da comunicação que você tem por dentro.
Seja a PAZ que você sonha,
pois você é o sonho sonhado,
e merece o melhor ao ser despertado.
Pssiiiuuuu!!! 
Um minuto de silêncio!
Lembre das ondas no oceano, elas vem altas e quebram em grande barulho nas pedras da enseada.
Mas bem abaixo, no profundo misterioso do mar, tudo é calmaria.
O agito da imensidão é muito superficial, pois nas profundezas o que existe é beleza.
Acalme-se, Relaxe, Aquiete-se...
A festa só começa após o descanso.
Melhor que está agitado é ter um espírito manso.
A PAZ NÃO É LETARGIA,
TAMBÉM NÃO É DEMÊNCIA,
NEM SE CONSTITUI EM NADA FAZER,
E EM NADA DIZER.
A PAZ TEM SEUS FRUTOS,
E DELES NÃO ABRO MÃO,
ALEGRIA, FELICIDADE, RESISTÊNCIA, CRIATIVIDADE,
AMIZADE, AUTENTICIDADE E VONTADE DE LUTAR,
UMA LUTA BEM PACÍFICA,
UMA VIDA MAIS BONITA
UM OLHAR PSICODÉLICO
QUE RESPEITA AS DIFERENÇAS
PORQUE SEI QUE EU MESMA TENHO
A MARCA DA DIFERENÇA IMPRESSA EM MINHA MÃO.

ROSE LIRA

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Um amigo do trabalho me passou esse blog...disse-me que eu iria gostar...adorei Parabéns!!

    ResponderExcluir
  3. Um amigo do trabalho me passou esse blog...disse-me que eu iria gostar...adorei Parabéns!!

    ResponderExcluir

Poderá gostar também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...